sábado, 25 de dezembro de 2010

SANTA CRUZ - 25 DE DEZEMBRO - NATIVIDAD


Viagens longas e com pessoas diferentes entre si permite que exercitemos o tempo e pratiquemos o ato de paciência e tolerância com o outro. Cada um cria um mundo para si e quando em contato com o outro diferente àquele criado anteriormente, ou apenas não o percebe, ou, por percebê-lo, passa a perceber a si próprio de modo diferente.

Estar no Brasil e ouvir sobre a Bolívia e pensar em muita pobreza, guaranis e coca.

A pobreza que está presente em todos os momentos, mas se alguém não quiser vê-la, até aqui em Santa Cruz, basta apenas chegar de avião e não sair dos muros dos quadrantes centrais e dos bairros de avenidas largas, praças cuidadas e calçadas limpas. Mas se você escolher outro caminho, como nós que entramos por Porto Quajirro, embarcamos num trem para Santa Cruz, esse mundo não escapara aos seus olhos.
Porto Quajirro trouxe-me a memória a Baixada Fluminense. Um calor escaldante numa planície a perder de vista, com ruas retas que não têm fim. Ora asfalto, ora areia para uma frota de Toyotas em que muitos já perderam a possibilidade de uso. Andar pelas ruas a esperar pelo momento do trem e a procura de algo para comer nos fez conhecer um pouco da cidade. Para alguns a experiência pode não ser tão agradável.
É interessante ser notado como um turista, o que remete a compreensão de haja "plata para cambiar" a todo momento, ledo engano.

Um comentário:

Rogerio disse...

E aeeeeeee Moçada !!
Claro que está tudo BLZ !!
E não deve ser diferente.
Conheçam cada parada e cada passeio e conheçam-se tambem.
Essa deve ser a lei dos viajantes: Fraternidade !!
Infelizmente, a descrição fisica e real dos locais que se visita é idêntica no mundo todo.
Ou é 8 ou 80.
As belezas e as feiuras aparecem: é só procurar.
Pode ser em Madri, Paris, Lima, São Paulo, Buenos Aires, New York, Calcutá, etc.
Muitas vezes procuram esconder dos nossos olhos, mas sabemos que está lá. Sabemos que existe.
Isso não vem ao caso agora.
Curtam a viagem da vida de vocês e é muito mais prazeroso ver coisas bonitas.
RsRsRs...
Deus os acompanha.

RodriguesQficaramAki